Image Alt

Cristiano Paixão

Cristiano Paixão

É professor adjunto da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília. Integra, no Programa de Pós-Graduação em Direito, a linha de pesquisa Constituição e Democracia (sublinha História Constitucional e Historiografia). É professor do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania, no qual integra a linha de pesquisa Direitos Humanos, História, Memória, Políticas Públicas e Cidadania. Foi professor visitante do máster oficial em Direito Constitucional da Universidad de Sevilla (2010-2011). Concluiu estágio pós-doutoral em Historiografia na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales de Paris (2015) e em História Moderna na Scuola Normale Superiore di Pisa (2009), é doutor em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004) e mestre em Teoria e Filosofia do Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em História do Direito, Direito Constitucional, Direitos Humanos e Teoria Geral do Direito, atuando principalmente nos seguintes temas: história do constitucionalismo, história constitucional brasileira contemporânea, relações entre o direito, a literatura e o cinema, políticas de memória e direito coletivo do trabalho, com ênfase no estudo da greve como prática social. É líder dos Grupos de Pesquisa Percursos, Narrativas e Fragmentos: História do Direito e do Constitucionalismo (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4979486258943273) e Direito, história e literatura: tempos e linguagens (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0741067178018459). É Procurador Regional do Trabalho (MPT/MPU) lotado na Procuradoria Regional do Trabalho da 10ª Região (Brasília-DF). Assessor Adjunto da Assessoria Internacional do Ministério Público do Trabalho. Foi Conselheiro da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça (2012-2016). Foi Coordenador de Relações Institucionais da Comissão Anísio Teixeira de Memória e Verdade da UnB (2012-2015). Perfil no academia.edu: https://brasilia.academia.edu/CristianoPaixão